Você precisa ouvir Aurora Aksnes

13:30

"All My Demons Greeting Me As A Friend" é aconchegante e espantoso. De maneira doce e fluída, embala os ouvintes com uma melodia envolvente e uma voz impactante

Há algum tempo, o mundo da música assistiu ao nascimento de uma artista surpreendente: Aurora Aksnes. Pouco conhecida no Brasil, a cantora indie norueguesa de apenas 20 anos de idade é um sucesso mundial, figurando o primeiro lugar das paradas no país natal, 150º na Billboard (EUA), 24º na Alemanha e 28º no Reino Unido.

AURORA, estilizado com letras maiúsculas, iniciou sua carreira em 2012, após uma apresentação em sua escola, na qual um amigo pediu a gravação de uma música dela e publicou em um site de streaming norueguês sem que a menina soubesse. 

A voz potente da garota não passou desapercebida e logo foi convidada para ter uma apresentação veiculada por uma emissora de televisão local. Pouco tempo depois, AURORA assinava um contrato com a agência Made Management e as gravadoras Glassnote e Decca, em outubro de 2014.

Em 2015, a Decca lançou o primeiro EP da cantora, "Running With The Wolves", contendo 4 músicas: Runaway, Running With The Wolves (integrante da trilha sonora da série Teen Wolf), In Boxes e Little Boy In The Grass.

Com uma recepção aclamada pela crítica e pela imprensa, em março do ano passado AURORA lançou o seu álbum de estreia: All My Demons Greeting Me as a Friend.

Parafraseando a própria compositora, o álbum "fala principalmente sobre como experiências ruins do passado podem se tornar boas memórias". Sem pretensão de ser famosa, AURORA compõe músicas que expressem seus sentimentos, mexendo com as emoções de seus ouvintes.


Ela transita com desenvoltura entre o aconchegante e o horror, compartilhando com quem a ouve suas mais sinceras emoções. Sua maneira de dançar remete a performance de Maddie Ziegler nos clipes da cantora Sia pela expressividade e movimentos empregados.

Compositora desde os 9 anos de idade, AURORA captura e transmite sentimentos com habilidade nas letras de suas músicas. A própria cantora afirma que espera que suas canções façam as pessoas sentirem algo, pois muitas vezes estamos com medo de chorar.

O álbum foi lançado em duas versões: Edição padrão, composta por 12 singles, e edição deluxe, acrescida de 5 faixas bônus. Os destaques, sem dúvidas, são das músicas "Runaway", cujo o clipe foi gravado na casa da própria AURORA, "Warrior", "Running with the wolves", "Conqueror" e "Murder Song".

AURORA passeia de modo natural pelos mais variados ritmos, do mais dançante ao mais melancólico. Com uma qualidade sofisticada de arranjo, a cantora despeja paixão e entrega em suas performances, assim como suas interpretações carregam toda a carga de emoções que deseja compartilhar com seus ouvintes. Em algumas apresentações, quando interpreta "Murder Song", AURORA chega até mesmo chorar enquanto canta a história de um assassinato pela visão da vítima.

Fazendo mais do que jus ao nome do álbum, os singles estimulam o ouvinte a se aceitar e, principalmente, aceitar as nuances obscuras que são inerentes ao ser humano. É necessário estar predisposto a compreender que as piores facetas também fazem parte de quem se é e que é necessário confrontá-las como um amigo.

Delicado e doce. Profundo e arrebatador. AURORA e seu álbum de estreia, All My Demons Greeting Me As A Friend, provocam uma onda de sensações, propõem um exercício de percepção e empatia, incentivando que o outro se permita sentir. AURORA ascende em meio a um contexto onde demonstrar sentimentos é sinônimo de fraqueza, mas com sensibilidade e ternura, ela é capaz de penetrar e tocar o mais impiedoso dos corações.



Esta publicação faz parte do BEDA, acompanhe diariamente as postagens pela TAG.


You Might Also Like

2 comentários

  1. você instigou minha curiosidade vou pesquisar sobre ela!!!
    beijos
    https://www.youtube.com/watch?v=Q8fVPKsNq08

    ResponderExcluir
  2. você instigou minha curiosidade vou pesquisar sobre ela!!!
    beijos
    https://www.youtube.com/watch?v=Q8fVPKsNq08

    ResponderExcluir

O que achou? Deixe seu comentário! :)
Obrigado por nos visitar

Refração Cultural no Facebook

Refração Cultural no Twitter

Subscribe